Gypsy, nova série da Netflix.

Imagem10

Dei uma pausa na minha maratona pessoal de Gossip Girl (sim, estou vendo novamente pois acompanhar uma série no período A.N – antes Netflix – era difícil, eu perdia vários episódios, enfim) para assistir a Gypsy, série produzida pela Netflix e estrelada por Naomi Watts.
Como já falei para vocês aqui, a trama gira entorno da psicóloga Jean Holloway e a maneira como ela interage com seus pacientes e família. E sim, falando assim parece bem sacal e apesar de ser exatamente isto, Gypsy é uma série densa e Jean uma personagem extremamente complexa.
O 1o episódio empolga muito, possui um dinamismo excelente, já o restante, nem tanto. O ritmo passa a ser muito lento e mesmo com a trama cativante, a série fica um tediosa, digna de cochilos. Pontos ficaram pouco explicados, incluindo a personalidade e passado dos personagens – apesar dos minutos em excesso por episódio.
Com a “enrolação” a produção perdeu um pouco o “encanto”. E no season finale, a quantidade de pontas soltas deixa claro que as apostas da produção para uma segunda temporada foram altas.
Merecem destaque a trama envolvendo a questão de gênero da filha de Jean, e a atuação de Billy Crudup, no papel de marido da personagem principal. Vemos o ator roubando a cena de Naomi Watts diversas vezes, mesmo achando que acertaram na escalação da atriz (apesar da minha implicância pessoal com o trabalho dela). No geral é uma série de boa qualidade, bem dirigida (surpreendente, já que estamos falando do mesmo diretor do vergonhoso 50 tons de cinza) e com ótima fotografia, mas com alguns furos graves de roteiro. Se o objetivo era demonstrar que todo ser humano possui um lado psicologicamente perturbado e inúmeros segredos, este objetivo foi atingido – mesmo que de forma exagerada e sem muito contexto.
Não há uma 2a temporada confirmada mas, sinceramente, não seria nenhuma surpresa caso não houvesse renovação.

Adaptação para os cinemas de “Para todos os garotos que já amei”

Imagem7

PARA TUDO MINHA GENTE!

A Intrínseca confirmou ontem que a trilogia de livros “Para todos os garotos que já amei”, da escritora Jenny Han vai virar filme, com direito a elenco já escalado!

A atriz @lanacondor interpretará Lara Jean, enquanto @janelparrish (Mona maravilhosa musa master de PLL) será Margot e @theannacathcart , Kitty. Já @ncentineo (que substituiu Jake T Austin no papel de Jesus em The Fosters) dará vida ao muso Peter K!

O filme ainda não tem data de estreia confirmada, mas as filmagens já começaram no Canada!

Vamos aguardar e comemorar!

Imagem8

Nova edição da saga Harry Potter – Editora Rocco

É verdade e a @editorarocco anunciou hoje! Em comemoração aos 20 anos do lançamento do primeiro livro, serão lançadas edições de capa dura e novas ilustrações de todos os volumes da coleção Harry Potter! Ai ai com tantos lançamentos maravilhosos eu precisava de um Gringotes! 😍🤓⚡️📚📖
Ah, eles chegam às livrarias dia 19 de agosto viu?!

Atypical, nova série da Netflix.

@netflixbrasil divulgou em sua página o trailer de Atypical, sua nova produção, protagonizada por Keir Gilchrist. Fiquei curiosa para assistir, aborda as dificuldades de um adolescente com espectro de autismo e parece ter “uma pegada” de 13 Reasons Why, só que de uma forma mais positiva. Estreia logo logo dia 11 de agosto! Vamos conferir.
Ps. Me parece que a atriz que interpreta a Paige é a Jenna Boyd, a Bailey de Quatro amigas e um jeans viajante. Olha o tamanho dela! To ficando 👵🏼!

Indicados ao Emmy 2017

Imagem6

Semana passada foram divulgados os indicados ao Emmy deste ano, que vai acontecer dia 17 de setembro, em Los Angeles – Califórnia (aqui no Brasil o evento provavelmente será transmitido pelo canal de tv a cabo Sony, mas é possível acompanhar pelo YouTube do evento).

Dentre os indicados estão várias séries que assisto e já falei sobre para vocês (e se não citei alguma deveria ter feito) como: Stranger Things, This is Us, Modern Family, Big Little Lies, Feud (que ainda não assisti mas está na lista), The Night Of, Orange is the new black, The Crown (mtas indicações!) e meu mais novo xodó The Handmaids Tale (destaque para Alexis Bledel / Rory como atriz coadjuvante!). Quais são suas apostas?!

Para ver a lista completa de categoria e indicados acesse: www.omelete.uol.com.br
Em tempo: Game of Thrones não está concorrendo este ano, devido ao grande intervalo entre temporadas, pois já concorreu com a 6a temporada ao Emmy de 2016.

Estreia de Game of Thrones

Imagem5

Ontem foi ao ar depois de uma loooonga espera, o primeiro episódio da sétima temporada de Game Of Thrones. Fazendo um review bem por alto para não dar spoilers, vimos no previously um recap dos acontecimentos (bem antigos até) ocorridos com a família Stark, e tivemos uma cena pré crédito pra lá de maravilhosa e empolgante. Ficou a sensação de que ao longo desta temporada veremos uma “redenção” dos Starks, algo muito aguardado pelos fãs da série.
No geral o episódio foi bastante introdutório, abordando e situando praticamente todos os núcleos e seus passos seguintes, e apesar de uma certa enrolação com Sam em Citadela, foi bem dinâmico.
Alguns pontos merecem ser destacados: os períodos que Sansa passou ao lado de Jeoffrey e Ramsay podem ter afetado mais a personagem do que esperado (teremos uma nova Cersei?); tivemos uma ideia do que Jon Snow irá enfrentar em sua batalha com o Rei da Noite e foi difícil não se arrepiar com Daenerys na cena final.
Sem dúvidas, esta temporada promete.

Novidades sobre o segundo filme da franquia “Animais fantásticos e onde habitam”

Imagem4

Recentemente o portal Buzzfeed publicou um post com algumas curiosidades à respeito da franquia Animais Fantásticos e Onde Habitam, também escrita por J. K. Rowling.
Ao todo serão 5 filmes e as filmagens do 2o volume já começaram; fato comemorado pelo site Pottermore, que divulgou novas informações sobre a franquia. Então o Buzzfeed teve a grande sacada de resumir e reunir tudo em tópicos no post já citado, para a felicidade de fãs, como eu! E aqui estão eles:
. A história vai acontecer no período entre os anos 1926-1945, ou seja, 19 anos irão se passar entre o primeiro e o último filmes.

. Essa eu já tinha contado para vocês: Jude Law já está escalado para viver o jovem Dumbledore.

. No próximo filme, veremos uma aliança entre Dumbledore e Newt Scamander, com o objetivo de derrotar Grindelwald e seus aliados.
. O retorno de alguns personagens do primeiro filme – como Tinha, por ex – ocorrerá.
. Uma participação do ator Erza Miller no segundo filme também está confirmada.
. A personagem de Zoe Kravitz, Leta Lestrange, terá um papel maior na história.
. O segundo filme terá como cenário as cidades de Nova York, Londres e Paris.
. E como não poderia deixar de ser, serão várias as relações com a saga Harry Potter.
O segundo filme já tem data de estreia prevista: 16 de novembro de 2018. Ainda falta bastante tempo e espero que até lá, saiam novos livros também! Vamos aguardar! 🤓⚡️
Fontes: Buzzfeed e Pottermore

 

O Som do Amor, de Jojo Moyes.

Imagem3

Esqueça tudo que você já leu de Jojo Moyes. O Som do Amor – cujo título não faz jus à história – é um enorme “ponto fora da curva” na carreira da escritora. E antes que vcs me arremessem objetos eu digo: isto foi EXCELENTE.
O livro possui um dos melhores ritmos e o maior número de reviravoltas (sem perder a qualidade) que já li. Somado a isto, personagens muito complexos e carismáticos, descritos de forma inteligente por um narrador “onipresente” – que conta a história e ao mesmo tempo as reflexões de todos.
Jojo foi capaz de escrever um livro com uma carga enorme de “suspense e conspiração” sem perder a beleza de sua escrita, com passagens e diálogos maravilhosos., carregados de emoção.
Vi nesta obra algo que tb já vi em “Quem é você Alasca?”: quando o enredo é bem pensado e amarrado, nos envolvemos com os personagens, acompanhamos seu amadurecimento e quando o grande “ápice” da história é revelado, você percebe que ele foi iniciado capítulos atrás, de uma forma sutil e nem um pouco descarada. Ou seja, o trabalho foi bem feito.
Não quero falar mais para não dar spoilers, então insisto: desconsiderem o título e a sinopse e leiam. E não pq eles sejam ruins, mas a rica história que é contada vai muito além deles. Entrou na briga pelo meu top10.
Ps. Foto tirada na Urca, com a Baía de Guanabara ao fundo.

Deathnote: nova produção da Netflix.

Imagem2

Vocês já devem ter visto circulando o trailer de Death Note, o novo longa produzido pela Netflix.

Dirigido por Adam Wingard e estrelado por Nat Wolff (Cidades de Papel), o filme é uma adaptação do mangá de Takeshi Obata, cujo enredo tem como personagem principal o jovem Light Turner. Light tem uma vida bastante ordinária até o dia em que encontra o caderno sobrenatural – Death Note – que permite matar qualquer pessoa ao escrever seu nome em suas páginas.

Turner decide usar o poder do caderno para o “bem”, matando criminosos. Suas “interferências” chamam atenção e ele começa a ser perseguido por um enigmático detetive policial.
O filme – cujo orçamento chegou próximo aos 50 milhões de dólares – tem data de estreia confirmada na Netflix: 25 de agosto de 2017. Vamos conferir!