Arquivos

Livro x Filme: Animais Noturnos

na

Eu sempre gosto de ler o livro antes de assistir a adaptação cinematográfica (mas já aconteceu do filme me cativar mt e eu ir em busca do livro, por exemplo Jogos Vorazes). Então semana passada comecei minha leitura de Tony & Susan, livro do autor Austin Wright que deu origem ao filme Animais Noturnos, dirigido pelo genial Tom Ford.

Estou muito ansiosa para assistir ao filme, então achei que iria devorar o livro mas isso não aconteceu. A leitura é difícil, complexa e visceral – está longe de ser leve e rápida, mas muito boa. Portanto aguardem pq em breve teremos post livro x filme, e sim, indico muito o livro e deixo vcs com a sinopse!
“Há vinte e cinco anos, Susan Morrow deixou Edward Sheffield, seu primeiro marido. Certo dia, instalada confortavelmente na casa em que mora com os filhos e o segundo marido, ela recebe, pelo correio, um embrulho que contém o manuscrito do primeiro romance de Edward. Ele lhe pede que leia seu livro – Susan sempre foi sua melhor crítica, justifica. Ao iniciar a leitura, Susan é arrastada para dentro da vida do personagem Tony Hastings, um professor de matemática que leva a família de carro para a casa de veraneio no Maine. Quando a vida comum e civilizada dos Hastings é desviada de seu curso de forma violenta e desastrosa, Susan se vê às voltas com seu passado, obrigada a encarar a própria escuridão e a dar um nome para o medo que corrói seu futuro e que vai mudar sua vida.”

Obs: Post publicado no instagram @leitoradinamica em jan/2017

Sobre o livro: As Cores da Vida, Kristin Hannah

cdv

Aquele momento em que vc começa a superar o bloqueio literário causado pelo último livro. Iniciando minha próxima leitura: As Cores da Vida, da escritora Kristin Hannah, e distribuído pela editora Arqueiro. Já leram? Eu confesso que me apaixonei primeiro pela capa e depois pela sinopse, que mostro pra vcs mais abaixo!

“Uma arrebatadora história sobre irmãs, rivalidade, perdão e, em última análise, o que significa ser uma família.

As irmãs Winona, Aurora e Vivi Ann perderam a mãe cedo e foram criadas por um pai frio e distante. Por isso, o amor que elas conhecem vem do laço que criaram entre si. Embora tenham personalidades bastante diferentes, na verdade são inseparáveis.

Winona, a mais velha e porto seguro das irmãs, nunca se sentiu em casa no rancho da família e sabe que não tem as qualidades que o pai valoriza.

Mas, sendo a melhor advogada da cidade, ela está determinada a lhe provar seu valor.” Aurora, a irmã do meio, é a pacificadora. Ela acalma as tensões familiares e se desdobra pela felicidade de todos – ainda que esconda os próprios problemas.

E Vivi Ann é a estrela entre as três. Linda e sonhadora, tem o coração grande e indomável e é adorada por todos. Parece que em sua vida tudo dá certo. Até que um forasteiro chega à cidade… Então tudo muda. De uma hora para a outra, a lealdade que as irmãs sempre deram por certa é posta à prova. E quando segredos dolorosos são revelados e um crime abala a cidade, elas se veem em lados opostos da mesma verdade.”

Nota da Leitora Dinâmica:

As Cores da Vida foi o primeiro livro que li da escritora americana Kristin Hannah; mas tenho certeza que foi o primeiro de muitos. Como eu já havia contado à vocês, comprei o livro pela capa e simplesmente terminei a leitura apaixonada pela história e pela maneira com a qual ela foi contada.
Sem rodeios, detalhismos excessivos ou floreios literários, e com um ritmo bastante acelerado, a autora conta a história das irmãs Grey, e sua família. Sem um personagem principal ou narrador definido, somos capazes de acompanhar diferentes pontos de vista de uma mesma situação ao longo da história, que atravessa mais de uma década.

Com diálogos extremamente humanos e que enaltecem os sentimentos dos personagens, o livro foi um ótimo reinício pós bloqueio para mim, mostrando que muitas vezes a simplicidade é a melhor e mais honesta forma de se contar uma boa e emocionante história. E após finalizar a leitura, percebi que a capa não é somente linda, mas tem sua razão de ser, e de forma sutil mostra a base de toda a narrativa.

Recomendo! E muito!

Obs: Post publicado no instagram @leitoradinamica em dez/2016

Sobre o Livro: Juntando os Pedaços, Jeniffer Níven

JENIVEN

Quando li Jennifer Níven pela primeira vez tive um palpite de que ela se tornaria uma das minhas escritoras favoritas. Após ler Juntando os pedaços, tenho a completa certeza disto. O livro não me abalou como Por Lugares Incríveis, mas chegou muito perto disto e me emocionou de formas muito diversas.

O livro conta a história de Jack, que tem prosopagnosia, uma doença que o impede de reconhecer o rosto das pessoas. Quando ele olha para alguém, vê os olhos, o nariz, a boca… mas não consegue juntar todas as peças e memorizar. Então ele usa outros métodos para tentar distinguir seus amigos e familiares. Mas ninguém sabe disso — até o dia em que ele encontra a Libby.

Libby é nova na escola. Ela passou os últimos anos em casa, juntando os pedaços do seu coração depois da morte de sua mãe. A garota finalmente se sente pronta para voltar à vida normal, mas logo nos primeiros dias de aula é alvo de uma brincadeira cruel por causa de seu peso e vai parar na diretoria. Junto com Jack. Aos poucos essa dupla improvável se aproxima e, juntos, eles aprendem a enxergar um ao outro como ninguém antes tinha feito.

Obs: Post publicado no instagram @leitoradinamica em jan/2017

Sinopse do Livro: A Amiga Genial – Elena Ferrante

aamigagenial

Como prometido, segue abaixo a sinopse completa! Confiram!

“A Série Napolitana, formada por quatro romances, conta a história de duas amigas ao longo de suas vidas. O primeiro, ‘A Amiga Genial’, é narrado pela personagem Elena Greco e cobre da infância aos 16 anos. As meninas se conhecem em uma vizinhança pobre de Nápoles, na década de 1950. Elena, a menina mais inteligente da turma, tem sua vida transformada quando a família do sapateiro Cerullo chega ao bairro e Raffaella, uma criança magra, mal comportada e selvagem, se torna o centro das atenções. Essa menina, tão diferente de Elena, exerce uma atração irresistível sobre ela.
As duas se unem, competem, brigam, fazem planos. Em um bairro marcado pela violência, pelos gritos e agressões dos adultos e pelo o medo constante, as meninas sonham com um futuro melhor. Ir embora, conhecer o mundo, escrever livros. Os estudos parecem a melhor opção para que as duas não terminem como suas mães entristecidas pela pobreza, cansadas, cheias de filhos. No entanto, quando as duas terminam a quinta série, a família Greco decide apoiar os estudos de Elena, enquanto os Cerrulo não investem na educação de Raffaella.
As duas seguem caminhos diferentes. Elena se dedica à escola e Raffaella se une ao irmão Rino para convencer seu pai a modernizar sua loja. Com a chegada da adolescência, as duas começam a chamar a atenção dos rapazes da vizinhança. Outras preocupações tornam-se parte da rotina: ser reconhecida pela beleza, conseguir um namorado, manter-se virgem até encontrar um bom candidato a marido.
Mais que um romance sobre a intensidade e complexa dinâmica da amizade feminina, Ferrante aborda as mudanças na Itália no pós-guerra e as transformações pelas quais as vidas das mulheres passaram durante a segunda metade do século XX. Sua prosa clara e fluída evoca o sentimento de descoberta que povoa a infância e cria uma tensão que captura o leitor.”

Fonte: Saraiva

Sinopse do Livro: O Orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares, Ransom Riggs

crianças peculiares

“Tudo está à espera para ser descoberto em O orfanato da srta. Peregrine para crianças peculiares, um romance inesquecível que mistura ficção e fotografia em uma experiência de leitura emocionante. Nossa história começa com uma horrível tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da srta. Peregrine para crianças peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares: elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo… E, de algum modo, por mais impossível que pareça, ainda podem estar vivas. Uma fantasia arrepiante, ilustrada com assombrosas fotografias de época, O orfanato da srta. Peregrine para crianças peculiares vai deliciar jovens, adultos e qualquer um que goste de uma aventura sombria.”

Fonte: Site Editora Leya

http://geral.leya.com.br/pt/literatura-fantastica/orfanato-da-srta-peregrine-para-criancas-peculiares/

Sinopse do Livro: A Escolha, Kiera Cass

a escolha

“America era a candidata mais improvável da Seleção: se inscreveu por insistência da mãe e aceitou participar da competição só para se afastar de Aspen, um garoto que partira seu coração. Ao conhecer melhor o príncipe, porém, surgiu uma amizade que logo se transformou em algo mais… No entanto, toda vez que Maxon parecia estar certo de que escolheria America, algum obstáculo fazia os dois se afastarem.
Um desses obstáculos era Aspen, que passou a ocupar o posto de guarda no palácio e estava decidido a reconquistar a namorada. Em encontros proibidos, ele a reconfortava em meio àquele mundo de luxos e rivalidades. Com essas idas e vindas, America perdeu um pouco de espaço no coração do príncipe, lugar que foi prontamente ocupado por outra concorrente. Para completar, o rei odiava America e a considerava a pior opção para o filho. Assim, tentava sabotar a relação dos dois, inventando mentiras e colocando a garota em prova a todo instante.
Agora, para conseguir o que deseja, America precisa cortar os laços com Aspen, conquistar o povo de Illéa e conseguir novos aliados políticos. Mas tudo pode sair do controle quando ela começa a questionar o sistema de castas e a estratégia usada para lidar com os ataques rebeldes…”

 

Fonte: Site Editora Seguinte

http://www.editoraseguinte.com.br/titulo/index.php?codigo=55008

Sinopse do Livro: Nada, Janne Teller

E vamos à Sinopse da leitura desta semana: Nada, da escritora dinamarquesa Janne Teller. Confesso que quando comecei a leitura achei que seria leve e fácil (o livro é curto), mas estou levando uma “surra”! Cada capítulo é extremamente denso e reflexivo, propondo um questionamento praticamente à cada parágrafo. Mesmo sem finalizar a leitura ouso dizer que o história faz juz aos prêmios e críticas positivas recebidas. Em breve, postarei a resenha, por enquanto fiquem com a sinopse, que não expõe a complexidade do livro:

nada

“Pierre Anthon está no sétimo ano e tem a certeza de que nada na vida tem importância. Por isso, ele decide abandonar a sala de aula e passar os dias nos galhos de uma ameixeira, tentando convencer seus companheiros de classe a pensar do mesmo modo. Agora, diante da recusa do menino de descer da árvore, seus colegas farão uma pilha de objetos que significam muito para cada um deles, e com isso esperam persuadi-lo de que está errado.

A pilha começa com uma coleção de livros, uma vara de pescar, um hamster de estimação… Contudo, com o passar do tempo, os participantes se desafiam a abrir mão de coisas ainda mais especiais. A pilha de significados logo se transforma em algo macabro e doentio, que coloca em xeque a fé e a inocência da juventude.

Após grande aclamação da crítica e inúmeros prêmios, Nada é considerado um clássico moderno, tendo vendido cerca de 240 mil exemplares na Alemanha e com direitos de tradução para 22 países.”

Fonte: Site Grupo Editorial Record

http://www.record.com.br/livro_sinopse.asp?id_livro=26760

Sinopse do Livro: O Adulto, Gillian Flynn

Este conto faz parte de uma antologia chamada Rogues, lançada em 2014 e organizada por George R. R. Martin (sim, ele mesmo, o autor da série Game of Thrones, que nos faz amargar a espera de novos livros!). Este ano, após um acordo com a editora Crown Publishers, a Intrínseca publicou somente a história de Gillian Flynn (Garota Exemplar, Objetos Cortantes, Lugares Escuros), escritora querida e aclamada pela crítica internacional.

Vejam a Sinopse:

 

adultogrande (1)

“Uma jovem ganha a vida praticando pequenas fraudes. Seu principal talento é a capacidade de dizer às pessoas exatamente o que elas querem ouvir, e sua mais recente ocupação consiste em se passar por vidente, oferecendo o serviço de leitura de aura para donas de casa ricas e tristes.

Certo dia, ela atende Susan Burke, que se mudou há pouco tempo para a cidade com o marido, o filho pequeno e o enteado adolescente. Experiente observadora do comportamento humano, a falsa sensitiva logo enxerga em Susan uma mulher desesperada por injetar um pouco de emoção em sua vida monótona e planeja tirar vantagem da situação.

No entanto, quando visita a impressionante mansão dos Burke, que Susan acredita ser a causa de seus problemas, e se depara com acontecimentos aterrorizantes, a jovem se convence de que há algo tenebroso à espreita. Agora, ela precisa descobrir onde o mal se esconde, e como escapar dele. Se é que há alguma chance.

Em seu estilo inconfundível que arrebatou milhares de fãs, Gillian Flynn traça surpreendentes e intrigantes perfis psicológicos dos personagens e tece uma narrativa repleta de suspense ao mesmo tempo em que brinca com elementos clássicos do sobrenatural.

Vencedor de um Edgar Award, O adulto é uma homenagem às clássicas histórias de terror.”

Fonte: Site Intrínseca – http://www.intrinseca.com.br/livro/648/

 

Sinopse do Livro: Belgravia, Julian Fellowes

Adoro histórias de época! E a ficha técnica do escritor na contracapa, criador de Downton Abbey, fala por si:

julian-fellowes-02 ” Ator, escritor, diretor e produtor de cinema e tv, autor de dois romances e mestre em literatura pela Magdalene College, em Cambridge, Julian Fellowes é o criador da aclamada série de tv Downton Abbey, que também roteirizou e produziu e pela qual recebeu três prêmios Emmy. No cinema, recebeu o Oscar de melhor roteiro original por Assassinato em Gosford Park (2002) e prêmios do Writer’s Guild of America, do The New York Film Critics Circle e da National Society of Film Critics. Natural do Cairo, no Egito, e criado em Londres, Julian Fellowes recebeu em 2011 o título de Barão Fellowes de West Stafford, tornando-se par vitalício do Pariato do Reino Unido e passando em seguida a integrar a Câmara dos Lordes. Atualmente mora com a esposa, Emma, parte do tempo em Dorset e parte em Londres.”

O livro foi publicado inicialmente em 11 capítulos independentes para e-book.

untitled

“Ambientada nos anos 1840, quando os altos escalões da sociedade londrina começam a conviver com a classe industrial emergente, e com um riquíssimo rol de personagens, a saga de Belgravia tem início na véspera da Batalha de Waterloo, em junho de 1815, no lendário baile oferecido em Bruxelas pela duquesa de Richmond em homenagem ao duque de Wellington.

Pouco antes de uma da manhã, os convidados são surpreendidos pela notícia de que Napoleão invadiu o país. O duque de Wellington precisa partir imediatamente com suas tropas. Muitos morrerão no campo de batalha ainda vestidos com os uniformes de gala.

No baile estão James e Anne Trenchard, um casal que fez fortuna com o comércio. Sua bela filha, Sophia, encanta os olhos de Edmund Bellasis, o herdeiro de uma das famílias mais proeminentes da Bretanha. Um único acontecimento nessa noite afetará drasticamente a vida de todos os envolvidos. Passados vinte e cinco anos, quando as duas famílias estão instaladas no recente bairro de Belgravia, as consequências daquele terrível episódio ainda são marcantes, e ficarão cada vez mais enredadas na intrincada teia de fofocas e intrigas que fervilham no interior das mansões da Belgrave Square”.

Fonte: Site Intrínseca – http://www.intrinseca.com.br/livro/652/

 

Sinopse do Livro: As cores da vida, Kristin Hannah

O livro me chamou atenção pela capa e, quando li a sinopse, fiquei bastante intrigada e o coloquei direto na cestinha de compras. Não me recordo de já ter lido algo da autora, mas estou com as expectativas bastante altas devido às críticas que li. Vejam então a sinopse e , boa leitura!

9788580415957.png.200x300_q85_upscale

“Uma arrebatadora história sobre irmãs, rivalidade, perdão e, em última análise, o que significa ser uma família.

As irmãs Winona, Aurora e Vivi Ann perderam a mãe cedo e foram criadas por um pai frio e distante. Por isso, o amor que elas conhecem vem do laço que criaram entre si. Embora tenham personalidades bastante diferentes, na verdade são inseparáveis.

Winona, a mais velha e porto seguro das irmãs, nunca se sentiu em casa no rancho da família e sabe que não tem as qualidades que o pai valoriza. Mas, sendo a melhor advogada da cidade, ela está determinada a lhe provar seu valor.

Aurora, a irmã do meio, é a pacificadora. Ela acalma as tensões familiares e se desdobra pela felicidade de todos – ainda que esconda os próprios problemas.

E Vivi Ann é a estrela entre as três. Linda e sonhadora, tem o coração grande e indomável e é adorada por todos. Parece que em sua vida tudo dá certo. Até que um forasteiro chega à cidade…

Então tudo muda. De uma hora para a outra, a lealdade que as irmãs sempre deram por certa é posta à prova. E quando segredos dolorosos são revelados e um crime abala a cidade, elas se veem em lados opostos da mesma verdade.”

Fonte: Site Editora Arqueiro

http://www.editoraarqueiro.com.br/lancamentos/ascoresdavida/