Sobre a série: Big Little Lies, HBO

biglittlelies01-590x237

Sei que estou atrasada, já havia recebido algumas msgs “vc não tá vendo Big Little Lies?”, mas o fato é que a Netflix me deixou mal acostumada e, com exceção de GOT, prefiro ver as séries quando todos os episódios estão disponíveis. Então assisti a temporada toda de uma vez só.
O livro de Liane Moriarty é muito bom, a história é muito bem amarrada e a personalidade das 3 personagens principais analisadas à fundo. Por isso fiquei temerosa quando soube da adaptação mas, gostei bastante da série.
Assim como a grande maioria das produções da HBO, a fotografia e o figurino são impecáveis; outro destaque é a trilha sonora, que em grande parte das cenas ficou a cargo de Chloe, uma estratégia diferente e bem interessante (aliás, tem playlist no Spotify). Quanto às atrizes, o trio funciona bem; Reese W. está impecável desde o início, e Nicole K. em uma atuação crescente, digna de indicação à prêmio. O único elo fraco foi a escalação de Shailene Woodley como Jane; a atriz não convence como mãe solteira de uma criança fruto de um estupro, atua ora com uma expressividade forçada, ora de forma inexpressiva e acaba apagada por suas colegas de cena. Quem leu o livro sabe do “psicológico complexo” de Jane, e a atuação da atriz não honrou as “nuances” da personagem. (Mas faço aqui um “mea culpa”: não gosto de Shailene como atriz). Um destaque foi a atuação de Laura Dern como Renata; mesmo não estando entre o trio principal, a atriz roubou a maioria das cenas em que esteve presente.
Algumas modificações na estrutura da história foram feitas e pessoalmente, não me agradaram. O plot do “affair” de Madeline é desnecessário para a história. A sequência final – e que amarra toda a trama – ficou confusa e não recebeu a devida importância. A exclusão do enredo dos abusos sofridos por Bonnie, minimizaram sua reação e o “acontecimento fatal”. Apesar dos altos e baixos o resultado final é positivo, mas se o número de episódios fosse maior, teria sido excelente.
Assistam, mas leiam o livro antes – que como quase sempre acontece, é bem melhor.
Ps1. Destaque para o elenco infantil, quero uma Chloe para mim!
Ps2. Aceito tb uma fantasia igual a da Madeline na Triva Night tb!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *